Suzan Brasil Comercial Exportadora e Transportadora

Notícias

Receita anuncia combate a fraudes em importações

Notícia do dia 23/12/2012

A partir desta sexta-feira, a Receita Federal vai intensificar o combate às fraudes no comércio exterior por meio da chamada Operação Tolerância Zero. O foco da Receita é atacar importações fraudulentas praticadas por empresas interpostas, também conhecidas como "empresas de fachada" ou "laranjas" .

De acordo com informações da Receita, o Centro Nacional de Gestão de Riscos Aduaneiros (Cerad) identificou diversas empresas que podem estar sendo utilizadas como interpostas. Esses importadores não apresentam, por exemplo, quadro de funcionários, recolhimento de tributos internos (IR e Contribuições Sociais) e sócios com capacidade financeira. Essas situações, explica a Receita, revelam fortes indícios de que essas empresas não possuem capacidade econômica, financeira e operacional para operar no comércio exterior.

A Receita informou que usará todas as suas unidades aduaneiras para executar a Operação Tolerância Zero, que vai monitorar essas empresas, já selecionadas por apresentarem grau de risco tributário e aduaneiro elevados.

Segundo a Receita, o principal crime associado à utilização de interpostas nos negócios das empresas é o crime contra a ordem tributária, ou seja, sonegação de tributos internos e de comércio exterior por meio da omissão de informação ou da prestação de declaração falsa às autoridades aduaneiras.

Fonte: Agência Estado 

Esta operação afetará o sistema de mudanças para o Brasil?

Segundo Vinicius Aoki, responsável pelo departamento aduaneiro da Suzan Mudanças para o Brasil, esta operação também pode afetar o sistema de mudanças internacionais, pois haverá aumento no rigor de fiscalização física e documental de todas as cargas que entram no Brasil através de portos e aeroportos. Vinicius destaca que, desde o começo do ano já houve um aumento de fiscalização na chamada Operação Maré Vermelha. E somada a mais esta operação da Receita Federal, nota-se o esforço do governo em diminuir a quantidade de irregularidades nas importações do país".

Vinicius diz que os clientes da Suzan Mudanças não precisam se preocupar com mais esta operação, o governo está atrás de empresas que trabalham irregularmente. "A SUZAN Mudanças opera de forma legalizada, oferecendo uma prestação de serviço correta e segura para o cliente que quer trazer seus pertences para o Brasil, naturalmente clientes que tentam trazer produtos ilegais ou irregulares terão suas cargas apreendidas".

A Suzan jamais coloca a carga dos clientes em risco com envio em nome de “laranjas” ou encomendas ou remessas sem o retorno do titular ao Brasil, este tipo de venda infelizmente é praticada no mercado por empresas que atuam no segmento de mudanças para o Brasil em todo o mundo e acaba trazendo uma “fama ruim” para este tipo de serviço em geral.

Para quem acha que todas as empresas são iguais, Vinicius cita números. "As pessoas não devem generalizar as empresas de mudanças, nos últimos 5 anos, pelo menos 6 empresas abriram e já fecharam suas portas e algumas delas acabaram não completando o serviço e deixando um prejuízo enorme para seus clientes. Nós temos o orgulho em dizer que a Suzan é a primeira empresa a operar com mudanças para o Brasil no Japão, e estamos até hoje porque respeitamos o cliente e valorizamos as suas conquistas transportando-as sempre legalmente com segurança".

 

 

Inserida em 22/12/2012



Suzan LTD - 2011 - Todos os direitos reservados